Dublin: o vale do silício europeu

Sabemos que a Irlanda tem diversas vantagens para intercambistas, por isso mesmo, tem sido um dos destinos mais procurados por brasileiros como destino favorito no exterior. Seja pela proximidade com outros países na europa, pelas suas paisagens e claro, para quem deseja trabalhar enquanto estuda. E um dos principais pontos para esses estudantes é saber que Dublin é uma cidade promissora no universo digital.

Como uma das principais vantagens apontada pelos próprios estudantes é a permissão de trabalhar durante o intercâmbio. Saber desse movimento atrai ainda mais os olhares. Mas, caso você não esteja por dentro, vamos explicar do começo. Na Irlanda é autorizado que intercambistas tenham meio período de expediente durante as aulas e período integral nas férias. Para obter o visto adequado, é necessário estar matriculado em um curso com duração de pelo menos 25 semanas.

Se você tem curiosidade para saber mais detalhes sobre intercâmbio na Irlanda, confira esse vídeo da Youtuber Carina Fragozo e conheça mais sobre a nossa escola no país, a Seda College.

O que é Vale do Silício?

Você já ouviu falar no Vale do Silício? Ele fica situado “originalmente” na Califórnia, Estados Unidos, é uma região de São Francisco onde se encontram várias empresas de grandes destaques na tecnologia. Muitos dos aplicativos e inovações digitais que utilizamos hoje nasceram lá. Ou então, tem sua sede no local. Empresas como Pinterest, Google e Facebook.

Pois bem: Dublin tem sido considerada o Vale do Silício europeu. A cidade também já concentra empresas como Google, Facebook, Twitter, Airbnb, LinkedIn e eBay. A Irlanda teria um atrativo especial para essas grandes empresas na Europa, os baixos impostos no país, que pode mudar um pouco o cenário como se permaneceu por algum tempo.

O cenário para intercambistas 

Isso pode impactar os estudantes de diferentes formas. Por exemplo, como esse movimento atrai muita gente e profissionais diferentes, o local por si só acaba ficando mais interessante. Desse modo, acabam promovendo mais eventos com aprendizados em diferentes áreas e um networking poderoso. Outro ponto importante também é a probabilidade de realizar visitas em algumas dessas empresas. E claro, dependendo da sua formação e tipo de curso que irá realizar no exterior, você pode até conseguir trabalhar nesses locais. Uma dica é  para os profissionais que tiverem interesse em trabalhar em grandes empresas como essas é ficar de olho nas vagas através de sites e preparar seu currículo em inglês. 

Seda College

A nossa escola na Irlanda tem diversos programas para ajudar os estudantes a se preparem para o mercado de trabalho tanto no Brasil quanto no exterior. Como exemplo, uma das atividades mais legais foi visitar a sede do LinkedIn em Dublin. Um tour completo e recheado de dicas com os intercambistas.

Dublin ser reconhecida como Vale do Silício europeu é algo que não necessariamente irá ter grande impacto na vida da maioria dos intercambistas. Mas é um bônus interessante para quem pensa em fazer intercâmbio na Irlanda.

Gostaram de saber mais sobre essa curiosidade de Dublin? Para mais informações sobre estudar em Dublin, entre em contato e solicite seu orçamento conosco.