COMPARTILHE ESSE CONTEÚDO

Boa notícia para os brasileiros que querem fazer intercâmbio em Malta! O governo maltês lançou uma nova política de visto de estudante que permitirá alunos de fora da União Europeia a trabalhar e estudar em Malta. Confira mais detalhes! A nova polícia foi lançada para facilitar e simplificar o processo de intercâmbio para os estudantes de países fora da UE, e também para tornar Malta mais competitiva. - LEIA TAMBÉM: 10 motivos para fazer intercâmbio em Malta - Para estudar em Malta, os estudantes podem requerer um visto, que pode ser estendido para um visto nacional ou uma permissão de residência, de acordo com a duração do curso. Existem duas categorias principais de estudantes, nomeados como estudantes do ensino superior que frequentam um curso no Malta Qualifications Framework Level 5, e outros estudantes que não pretendem obter um certificado de ensino superior, incluindo estudantes de inglês.

Mudanças no visto de estudante em Malta com a nova política:

- Gerir a admissão de estudantes de inglês por meio de um visto nacional em vez de uma autorização de residência. Estes estudantes permanecem em Malta por um período temporário, por isso recomenda-se que sua autorização original para permanecer em Malta seja estendida por meio de um visto nacional. Estes alunos só serão obrigados a solicitar uma autorização de residência se a sua estadia em Malta exceder um ano; [caption id="attachment_7038" align="aligncenter" width="1214"] Foto: Divulgação[/caption] - Dar a todos os estudantes não-europeus em Malta acesso ao mercado de trabalho, bem como incentivá-los a iniciar uma carreira localmente. Os estudantes matriculados em cursos em período integral (superior a 90 dias) reconhecidos pelo MQRIC (Malta Qualifications Recognition Information Centre) poderão trabalhar por um período máximo de 20 horas por semana, a partir do seu primeiro ano de estudo. Além disso, poderão estender sua permanência em Malta por seis meses. - LEIA TAMBÉM: Dicas de como se preparar para o intercâmbio - - Chegar a jurisdições onde Malta não é representada por uma missão consular ou um escritório de vistos. O objetivo será alcançado dando aos estudantes a oportunidade de apresentar um pedido de visto online sem a necessidade de se apresentarem pessoalmente e fazendo um uso mais eficiente dos Prestadores de Serviços Externos que estão presentes em países fora do território maltês. Mais informações sobre quando as alterações sobre trabalhar e estudar em Malta começam a valer ainda não foram divulgadas. Veja o comunicado oficial aqui.

OUTROS CONTEÚDOS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

15/04/2021

Canadá

CCTB: conheça um dos maiores Colleges de Tecnologia de Vancouver

O intercâmbio é a oportunidade perfeita para estudantes e profissionais desenvolverem habilidades no exterior.

SAIBA MAIS

14/04/2021

Canadá e Vancouver

University Canada West: conheça os programas elegíveis a PGWB da escola

Além de ser um dos destinos preferidos dos jovens estudantes e profissionais, o Canadá se destaca por suas universidades particulares de alto nível.

SAIBA MAIS

01/04/2021

Alemanha

Intercâmbio na Alemanha: como se planejar para levar a família

Está se planejando para realizar um intercâmbio na Alemanha, mas quer levar a família junto? O país oferece oportunidades para estudantes e profissionais que desejam embarcar para cursos e/ou trabalho, desde que atendam a determinados requisitos.

SAIBA MAIS

01/04/2021

Canadá e Vancouver

Intercâmbio em Vancouver: conheça o destino e saiba como se planejar

Quando se fala em um destino como o Canadá, é natural que alguns clichês venham à mente, especialmente sobre o clima gelado. Mas se você está em busca de uma cidade com clima mais ameno para estudar e/ou trabalhar, um intercâmbio em Vancouver pode ser a o

SAIBA MAIS

nossos
EVENTOS